A The Pokémon Company não teve perdão a um fã que usou indevidamente a imagem de sua grande obra. Não é novidade que TPC entra com um processo de diretos de imagem, mas dessa vez eles foram muito duros.

Ramar Larkin Jones é a pessoa em questão, ele possui uma Coffe Shop em Seattle. Pelos últimos 5 anos ele organizava em sua cafeteria o “Unofficial Pokémon PAX Kickoff Party”, um evento pequeno que tinha obviamente como tema o Pikachu e toda a sua turma, músicas e até um torneio de Super Smash Bros.

Se quisesse participar da festa, as pessoas tinham que pagar U$2 para entrar. Jones disse que a quantia era só para pagar o DJ e algumas decorações de seu evento. O grande problema surgiu, quando o rapaz resolveu criar alguns pôsteres com a imagem do Pokémon mais famoso, o Pikachu.

20151004_imagem02

Quando a The Pokémon Company ficou sabendo que a imagem de sua obra estava sendo seriamente abusada, eles acionaram a justiça de Washington e rapidamente informou o acontecido os problemas de direitos autorais. Ramar optou por cancelar o evento para que não houvesse medidas mais pesadas contra ele.

A justiça americana condenou Ramar a pagar à TPC o equivalente a U$ 4 mil dólares por danos de imagem. Em uma entrevista ao site Motherboard, Jones que não tem dinheiro para pagar essa dívida e solicitou o prazo de 12 meses para juntar o dinheiro. Infelizmente o pedido foi rejeitado e o rapaz tem apenas 45 dias para realizar o pagamento.